Páginas

domingo, 17 de julho de 2011

Empate com sabor de Vitória!

Foto: Rodrigo Fatturi/Divulgação SER Caxias
Foi suado o primeiro ponto da Chapecoense no grupo D do Campeonato Brasileiro da Série C. Num campo muito encharcado, a Chapecoense ficou no 2 a 2 com o Caxias na tarde deste domingo (17) no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela primeira rodada da competição.

Em falhas individuais da Chapecoense, o Caxias saiu na frente com gols de Paulo Rangel e Pedro Henrique. Grolli diminuiu para o Verdão ainda no primeiro tempo. Quando o jogo já se encaminhava para o final, Leandro sofreu pênalti, que Lucca cobrou e marcou.

Com o empate as duas equipes ficam empatadas com um ponto cada. O Brasil de Pelotas lidera o Grupo D com três pontos após vencer o Santo André por 3 a 2. O Joinville folgou na rodada.


Na segunda rodada da competição, a Chapecoense recebeu o Santo André na Arená Condá, em Chapecó, no dia 24. A equipe do Caxias folga na rodada.
 

O jogo
Com o campo pesado devido à chuva forte, que caiu no começo do domingo e diminuiu próximo do horário da partida, o jogo começou truncado com muitas faltas, onde as equipes buscavam a bola área na cobrança. Logo nos primeiros minutos o Caxias ameaçou armar uma pressão, mas a Chapecoense logo equilibrou o jogo.

Aos 11 minutos, após falta cobrada para dentro da área, Paulo Rangel caiu e pediu pênalti, o árbitro não deu. O Caxias voltou a assustar aos 16, quando Itaqui cobrou falta que pegou efeito e obrigou Rodolpho a mandar a bola para escanteio. Os catarinenses responderam três minutos depois quando Lucca cobrou falta com perigo, Diogo Roque não conseguiu desviar para o gol.

No minuto seguinte, a defesa da Chapecoense não afastou direita após cobrança de escanteio e a bola voltou para Itaqui que cruzou na cabeça de Paulo Rangel para o atacante abrir o placar para o Caxias.

A Chapecoense teve uma boa chance aos 30 minutos, quando Vinicius errou e a bola sobrou para Lucca, ele invadiu a área, mas a bola parou na poça d’água e ela perdeu a chance de empatar. Para buscar o empate, Mauro Ovelha colocou Rafael Bittencourt no lugar do zagueiro Amaral Rosa.

Mas quem marcou foram os donos da casa, aos 34. Pedro Henrqiue roubou a bola de Aelson, partiu, driblou o Rodolpho e colocou a bola no fundo da rede. Três minutos depois, após cobrança de falta para a área, Grolli de cabeça diminuiu para o Verdão.

Em cobrança de escanteio o Caxias voltou a assustar aos 43 minutos. Itaqui cobrou escanteio e depois de bate-e-rebate na área, Rodolpho dividiu com o atacante Paulo Rangel em cima da linha, no rebote Grolli afastou a última chance de gol da primeira etapa.

No segundo tempo a equipe da Chapecoense voltou com mais velocidade e aos 6 tentou chegar com perigo em cruzamento de Neílson, mas a zaga do Caxias mandou para escanteio. Os donos da casa tentaram responder em cobrança de falta de Itaqui, mas a bola foi longe do gol.

A Chapecoense teve boa chance de empatar aos 13 minutos. Everton Cézar mandou uma bomba de longe, Walter deu rebote, mas Neílson chutou fraco nas mãos do goleiro. O Caxias só voltou a assustar aos 25 minutos, quando Totonho cobrou falta com força e Rodolpho defendeu em dois tempos.

Mesmo precisando do resultado a Chapecoense não atacava e a bola ficava no pé do Caxias que tentou matar o jogo aos 31 minutos, mas Tiago Duarte chutou fraco. A situação da Chapecoense ficou melhor quando Itaque foi expulso aos 32 minutos, após receber o segundo cartão amarelo.

Diogo Roque começou boa jogada para a Chapecoense pela ponta, fez o cruzamento, mas Jean Carlos não aproveitou a jogada. Aos 41, Diogo Roque fez outra boa jogada e tocou para Leandro que foi puxado por Totonho dentro da área. Pênalti para a Chapecoense e expulsão do marcador do Caxias. Lucca cobrou o pênalti e empatou a partida. Não deu tempo para as duas equipes buscarem o terceiro gol.


Ficha técnica: Caxias 2 x 2 Chapecoense 

Local: Centenário, em Caxias do Sul (SC).
Data: 17/07/2011 (domingo).
Horário: 15h (de Brasília).
Arbitragem: Adriano Milczvski (PR), auxiliado por Ivan Carlos Bohn (PR) e Carlos Henrique Selbach (RS).
Cartões amarelos: Pedro Henrique, Totonho e Itaqui (Caxias). Amaral Rosa, Diogo Roque e Aélson (Chapecoense).
Cartão vermelho: Itaqui e Totonho (Caxias).
Gols: Paulo Rangel (Caxias) aos 20/1º tempo; Pedro Henrique (Caxias) aos 34/1º tempo; Grolli (Chapecoense) aos 37/1º tempo; Lucca (Chapecoense) aos 42/2º tempo.

Caxias
Walter; Totonho, Fabio Santos, Vinicius e Fabinho; Márcio Hahn, Itaqui, Thomaz (Saulo) e Nenê (Tiago Duarte); Pedro Henrique (Marcelinho) e Paulo Rangel.
Técnico: Guilherme Macuglia.

Chapecoense
Rodolpho; Dema, Groli e Amaral Rosa (Rafael Bittecourt); Medina (Jean Carlos), Everton Cézar, Diogo Roque (Leandro), Neném e Aelson; Lucca e Neílson.
Técnico: Mauro Ovelha.

Fonte: Futebol SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário