Páginas

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Mais uma vitória do JEC

O Joinville venceu a Chapecoense por 3 a 2 na tarde deste domingo. A partida realizada na Arena Joinville, foi válida pela quinta rodada do quadrangular semifinal da Série C. Com o resultado, o JEC ficou próximo da final. Uma derrota do Ipatinga para o Brasiliense nesta segunda-feira garante o Tricolor na decisão. Se acontecer outro resultado, o JEC precisa de um empate para decidir o campeonato.FutebolSC.com

O Joinville abriu o placar aos 18 minutos de jogo com um gol de Ronaldo Capixaba, de pênalti. O empate da Chapecoense veio aos 27 minutos com Neném. No segundo tempo, o Verdão conseguiu a virada com Kléber Goiano, aos 15 minutos. Aos 22, Pedro Paulo marcou para o JEC e empatou o jogo. A virada aconteceu aos 40 minutos com o atacante Lima.

Na próxima rodada, o Joinville enfrenta o Ipatinga, no estádio Ipatingão. A partida acontece às 17h, no domingo. No mesmo dia e horário, a Chapecoense recebe o Brasiliense na Arena Condá.

Veja os gols




O jogo


O jogo começou movimentado, com o Joinville em busca do gol e com maior posse de bola. Aos sete minutos, Ricardinho cobrou falta perigosa, mas Rodolpho fez a defesa. No lance seguinte, Eduardo tocou para Renato Santos, que cabeceou para o gol. A bola passou ao lado da trave e foi para fora.

Aos 16 minutos, Fabiano cometeu falta em Bruno Rangel dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Ronaldo Capixaba foi para a cobrança e converteu o seu 10º gol na Série C, colocando o JEC em vantagem no placar. Depois de sair na frente, o Joinville passou a dominar a partida e a pressionar ainda mais em busca do segundo gol.

Aos 26 minutos, o goleiro Ivan foi substituído com dores no joelho. No primeiro lance de Max no jogo, o arqueiro não teve sorte e levou o gol. Neném pegou a sobra da zaga e chutou rasteiro no canto direito, sem chances para defesa. Aos 33, o JEC quase fez o segundo. Ricardinho cruzou para Bruno Rangel, que chutou raspando a trave do goleiro Rodolpho. O time tricolor ainda pressionou, mas não conseguiu o gol no primeiro tempo.

Segundo tempo


Na segunda etapa, o jogo começou equilibrado. A Chapecoense arriscava chutes de longe e o JEC errava alguns passes que dificultavam na armação das jogadas. Aos três minutos, o treinador Arturzinho colocou o atacante Lima na partida, para que o artilheiro atuasse pela 100ª vez com a camisa tricolor. A torcida fez a festa e aplaudiu muito o atual ídolo do Joinville.

O jogo havia esfriado até que aos 15 minutos a Chapecoense conseguiu virar a partida. Neném cobrou a falta, a zaga não tirou e Kléber Goiano desviou de cabeça para o fundo das redes. O Verdão se empolgou com o segundo gol e passou a pressionar o JEC, que teve um jogador expulso aos 20 minutos. O zagueiro Fabiano Silva teve que cometer falta para evitar o gol adversário e recebeu o cartão vermelho, deixando o time em desvantagem numérica.

Aos 22 minutos, o JEC surpreendeu a Chapecoense. Ricardinho cobrou falta para a área e Pedro Paulo desviou de cabeça na saída do goleiro Rodolpho. A bola foi parar no fundo do gol para empatar o jogo. Aos 28, o Verdão teve a chance de fazer o terceiro gol. Neném foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Jean Carlos foi para a cobrança e o goleiro Max defendeu.

Mesmo com um jogador a menos, o Joinville foi para cima do adversário. Aos 32, Lima limpou a marcação, ficou sozinho com o goleiro Rodolpho, mas finalizou para fora. O artilheiro teve mais uma chance aos 40 minutos e não desperdiçou. Tabela na entrada da área, a bola sobrou para Lima, que colocou no fundo das redes, dando a virada para o Tricolor e fazendo a festa da torcida no dia em que completou 100 jogos com a camisa do clube.


Ficha técnica: Joinville 3 x 2 Chapecoense


Local: Arena Joinville, em Joinville (SC).
Data: 23/10/2011 (domingo).
Horário: 17h (de Brasília).
Público: 14.633 (total).
Renda: R$ 192.600,00
Arbitragem: Carlos Eduardo Vieira Arêas (SC), auxiliado por Nadine Câmara Bastos (SC) e Marco Antônio Martins (SC).
Cartões amarelos: Kléber Goiano, Fabiano, Rodrigo Thiesen, Jean Carlos, Sagaz (Chapecoense). Glaydson, Gilton, Lima (Joinville).
Cartões vermelhos: Fabiano Silva (Joinville).
Gols: Ronaldo Capixaba, aos 18/1º tempo; Pedro Paulo, aos 22/2º tempo e Lima, aos 40/2º tempo (Joinville). Neném, aos 27/1º tempo e Kléber Goiano, aos 15/2º tempo (Chapecoense).

Joinville
Ivan (Max); Renato Santos, Fabiano Silva e Pedro Paulo; Eduardo, Glaydson (Ramon), Ricardinho, Jaílton e Gilton; Bruno Rangel (Lima) e Ronaldo Capixaba.
Técnico: Arturzinho.

Chapecoense
Rodolpho; Kléber Goiano, Fabiano (Nequinha) e Amaral Rosa; Sagaz (Diogo Oliveira), Rodrigo Thiesen, Diego Felipe, Neném e Aelson; Jean Carlos e Neílson (Leandro).
Técnico: Mauro Ovelha.

Fonte: futebolsc.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário