Páginas

domingo, 11 de maio de 2014

Não ta fácil! Mas nunca foi! Chapecoense 1x2 Grêmio

Chapecó foi palco de um grande espetáculo na tarde deste domingo (11). Um duelo que não ocorria há mais de 36 anos fez com que todas as atenções se voltassem para a Arena Condá. 19175 pessoas assistiram a derrota da Chapecoense para o Grêmio, consolidando o novo recorde de público do estádio. O time gaúcho venceu por 2 a 1, com 2 gols de Barco; Tiago Luís descontou para o time da casa, já nos acréscimos.

Com a derrota, a Chapecoense caiu uma posição na tabela de classificação, e é a penúltima colocada, à frente apenas do Figueirense. Porém, o time de Florianópolis pode ultrapassar o Verdão caso vença o Santos, em partida que fecha a 4ª rodada. Já os gremistas ingressavam no G4 até o gol de Tiago Luís, que diminuiu o saldo de gols da equipe, deixando-a atrás do Cruzeiro na tabela de classificação (5º lugar).

Sondado pelo Boca, Barcos deixa o seu no primeiro tempo


A partida começou testando o coração dos torcedores: logo no primeiro minuto, bola no ataque do Chapecoense, o atacante Leandro subiu para cabecear mas acabou acertando o adversário Werley. Mas passado o susto, o atacante do Verdão mostrou vontade de gol, e logo na sequência perdeu uma boa oportunidade de concretizar jogada ofensiva em gol, mas pegou mal na bola.

Além de prévio domínio dos donos da casa nos minutos inicias, o primeiro tempo foi marcado pela quantidade de erros de passe, uma vez que o jogo era truncado, e cada jogada rendia uma eletrizante briga pela bola entre os atletas. Os visitantes só chegaram a finalizar aos seis minutos, mas Rodriguinho chutou para fora. Na sequência, Régis finalizou bem e obrigou Grohe a fazer bela defesa.

Antes dos vinte minutos, Marcelo Grohe operou dois milagres para salvar o time do Grêmio. Primeiro, o arqueiro fechou bem o ângulo e salvou tentativa de Ricardo Conceição. Na jogada seguinte, foi a vez de Leandro ser frustrado pelo bom goleiro, eu saiu bem aos seus pés para evitar o primeiro gol da partida.

Os lances de perigo acordaram o Grêmio, que passou a pressionar mais. Aos 30 minutos, toda a pressão teve resultado. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Barcos, que girou na área e fuzilou o gol de Danilo, abrindo o placar para o tricolor gaúcho. Após o gol, a Chapecoense voltou a pressionar, mas sem grande objetividade, e as equipes foram para o intervalo com 1 a 0 no placar.

Barcos amplia e Grêmio administra vantagem


O segundo tempo começou assim como o primeiro, com a Chapecoense tomando partida. O objetivo dos donos da casa foi nítido logo no primeiro minuto, quando Régis cobrou falta dentro da área e André Paulino cabeceou, carimbando o travessão de Grohe. Bem fechado, o Grêmio buscava definir a partida em um contra-ataque, e teve a chance aos 11 minutos, mas Barcos viu Danilo espalmar a bola, evitando o segundo.

A Chapecoense insistia, mas encontrava Grohe inspirado ou contava com o azar. Aos 14 minutos, Alemão cobrou falta com maestria, mas a bola passou rente ao travessão. No mesmo minuto, Ederson Moreira resolveu mexer, colocando Luan no lugar de Alan Ruiz. A substituição surtiu efeito, e pouco depois o mesmo Luan achou Dudu livre, e este serviu Barcos, que não desperdiçou nova oportunidade: 2 a 0, o segundo do argentino, que recebeu amarelo ao provocar a torcida adversária na comemoração.

Atrás do placar por dois gols, a Chapecoense se atirou ao campo de ataque. Aos 22 minutos, Neuton cobrou falta com força, mas a bola viajou para longe do gol. Gilmar dal Pozzo mexeu no sistema tático da equipe, buscando correr atrás do resultado. Sacou Régis para a entrada de Neném, mas o time da casa definitivamente se perdeu em campo, não conseguindo furar o bloqueio adversário. A Rafael Lima teve boa chance, novamente de falta, mas Grohe tornou a fazer bela defesa.

Os minutos finais foram de um jogo frio, com o Grêmio administrando o resultado e a Chapecoense entregue. O time da casa até descontou com Tiago Luís, mas já era tarde. O apito final consolidou mais uma derrota da Chapecoense no Brasileirão, a terceira em quatro rodadas. Já o Grêmio venceu a segunda e subiu para a quinta colocação. Na próxima rodada, o time gaúcho recebe o Fluminense, em casa. Já a Chapecoense, enfrenta o Atlético-PR, em Curitiba.


Ficha Técnica
Chapecoense 1x2 Grêmio
Data: 11/05/2014
Local: Arena Condá
Cidade: Chapecó-SC
Competição: Série A
Público: 19.165
Renda: R$ 595.640,00

Gols: CHAPECOENSE: Tiago Luis. GRÊMIO: Barcos (2).


CHAPECOENSE: Danilo; Ednei, Rafael Lima, André Paulino e Neuton; Abuda (Alemão), Diones e Ricardo Conceição; Régis (Nenén); Fabinho Alves (Tiago Luís) e Leandro Banana

Técnico: Gilmar Dal Pozzo
Cartões Amarelos: André Paulino e Rafael Lima.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Bressan e Wendell; Edinho, Riveros, Alan Ruíz (Zé Roberto) (Ramiro), Rodriguinho (Luan) e Dudu; Barcos
Técnico: Enderson Moreira
Cartões Amarelos: Edinho, Dudu, Barcos e Luan.


Fonte: Futebol SC


Nenhum comentário:

Postar um comentário